SÃO PAULO - Muitos consumidores ficam perdidos na hora de escolher o cartão ideal para suas necessidades, não sabendo ao certo a diferença entre cada um deles. Antes de escolher o cartão que mais atende às suas necessidades, é preciso entender melhor como funcionam e para que servem os vários tipos existentes.

Modelos de cartão de crédito

Existem basicamente quatro tipos de cartões, sendo a principal diferença entre elas o seu local de aceitação, como detalhado abaixo:

  • Cartões de crédito nacionais/locais

Só são aceitos no Brasil e em geral têm anuidades e limites de crédito menores. Atendem principalmente pessoas de menor poder aquisitivo; a maioria só oferece crédito, mas em alguns casos também são oferecidos alguns benefícios.

Cartões internacionais

Aceitos tanto no Brasil quanto no exterior; em geral, as anuidades são mais caras, até porque são oferecidos alguns benefícios. É possível efetuar saques no exterior mediante o pagamento de tarifa, mas sem cobrança de juros.

  • Cartões gold

São aceitos no Brasil e no exterior e são mais diferenciados que os cartões internacionais, com anuidades e limites mais elevados. Muitos dos benefícios estão relacionados a serviços oferecidos no exterior, que variam de instituição para instituição. Cartões platinum

Assim como os cartões gold, são aceitos no Brasil e no exterior, mas são ainda mais diferenciados, sendo concedidos somente para clientes muito especiais, que têm grande movimentação financeira.

Como os custos associados a cada um destes cartões variam bastante, crescendo à medida que aumentam os benefícios oferecidos, antes de escolher um cartão você deve pesar bem o que busca. Se você não tem intenção de usar esses benefícios, o melhor é optar pelas modalidades mais simples, caso contrário, você pode acabar jogando dinheiro fora.

Para quem viaja muito ao exterior, os cartões internacionais são necessários. Agora, se você é daqueles que gosta de receber atendimento diferenciado, os cartões gold e platinum podem ser uma boa opção.

Modalidade de cartão

As instituições emissoras, também conhecidas como administradoras, são compostas por bancos e empresas prestadoras de serviços, que emitem e gerenciam o seu cartão de crédito. O emissor é quem de fato financia o crédito do seu cartão, assim como estabelece os limites desse crédito, e é responsável pelos benefícios do seu cartão (consultas, atendimento, emissão de faturas, programas de milhagem etc).

Além da emissora, existem as bandeiras que, como você já deve conhecer, são as descritas acima. Dentro de cada bandeira, o emissor pode fazer parcerias com outras empresas, como supermercados, lojas de departamento, companhias aéreas, que oferecem vantagens para o consumidor. Vamos discutir abaixo com maior detalhe as cinco modalidades de cartão que existem para cada um dos quatro tipos de cartão discutidos acima:

  • Cartão institucional

São os cartões emitidos pelo banco em que você tem conta e que, em geral, são oferecidos na abertura da conta corrente, sendo que o limite depende do saldo que tem em conta e de outros produtos contratados. Fazem parte deste grupo os cartões múltiplos, que como o próprio nome sugere, têm múltipla função e funcionam como cartões de débito e crédito ao mesmo tempo.

Cartão corporativo

São os cartões adquiridos por empresas e fornecidos para os funcionários que incorrem em gastos em nome da empresa. Este tipo de cartão facilita o gerenciamento de caixa das empresas, pois evitam os procedimentos de reembolso e prestação de contas. Esta modalidade é oferecida apenas por alguns emissores.

Cartão co-branded

Também conhecido como cartão de marca compartilhada, este cartão reflete uma parceria em vendas e marketing cujo objetivo é fidelizar o cliente. Esse tipo de cartão carrega o logotipo da empresa associada e a bandeira, trazendo vantagens específicas para seus associados como, por exemplo: milhas áreas e descontos progressivos nas compras. Podemos citar como exemplo de cartão co-branded: Cartões de Cias Aéreas, indústria automobilística, redes de varejo etc.

Cartão de afinidade

É a parceria entre a administradora do cartão de crédito com organizações não lucrativas. Trata-se de um cartão que possui um apelo que tem como objetivo identificar o cliente com a empresa, sendo que o mesmo opta por contribuir financeiramente, mesmo que indiretamente, com essas organizações. Nesse tipo de cartão o cliente é informado quanto e como ele está contribuindo com a empresa.

Cartão pré-pagos

Neste tipo de cartão o limite é determinado pelo próprio associado, que credita uma determinada quantia no cartão. Uma das vantagens dos novos cartões reside na possibilidade de se planejar os gastos com cartão de crédito. Desta forma, a expectativa é que muitos dos portadores de cartões passem a utilizar o novo cartão na mesada dos filhos. Afinal, os pais podem "carregar" o cartão com uma certa quantia, acima da qual seus filhos não poderão gastar.

Agora que você está mais familiarizado com os principais agentes do mercado de cartões de crédito, provavelmente fica mais fácil escolher o cartão de sua preferência. Não escolha o seu cartão com base apenas na anuidade e nos juros cobrados.

Pergunte como funciona o atendimento ao cliente, qual é o número de estabelecimentos que aceitam a bandeira que você escolheu, quais os benefícios a que você tem direito, fale com outras pessoas que têm um cartão deste emissor, desta bandeira, pergunte se estão satisfeitas, ou não.

Muitas pessoas acabam tendo cartões de vários emissores e bandeiras, e se esquecem que a fidelidade às vezes paga e traz vantagens, isto é, ao usar um único cartão você pode receber um limite mais alto, mais benefícios etc. Além disso, ter vários cartões pode se transformar em um pesadelo se você não souber usá-los de forma consciente!